Governo vai analisar mais de 50 obras paralisadas no Estado

Redação Por: Redação

Política Novidades

Publicado em 16/05/2019 16:30h

Governo vai analisar mais de 50 obras paralisadas no Estado

O Governo do Pará vai criar um Grupo de Trabalho (GT) para tratar, especificamente, de obras paralisadas em todo o território paraense, sobretudo na área de saneamento, e cujos recursos foram repassados ao Estado pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa). O governador Helder Barbalho reuniu-se, na tarde da última terça-feira (7), com o superintendente estadual da Fundação, José Raimundo Cardoso, no Palácio do Governo, e determinou a implantação do GT, que deve avaliar as mais de 50 obras sem continuação.

Segundo José Raimundo Cardoso, essas obras são oriundas, sobretudo, da primeira e segunda versão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e que ficaram inconclusas. São, em sua maioria, sistemas de esgoto, de água, de drenagem e implantação de planos municipais de saneamento básico, em municípios com até 50 mil habitantes. Os recursos investidos chegam a mais de R$ 110 milhões. “A ideia é dar continuidade às obras que ainda podem ser aproveitadas e ajuizar contra os responsáveis por aquelas que não puderem mais ser continuadas, devido ao tempo e desgaste, para que respondam pelos ilícitos cometidos”, destacou.

O superintendente estadual da Funasa também informou que o GT deverá reunir representantes das secretarias de Estado de Planejamento (Seplan) e de Obras Públicas (Sedop), além da própria Fundação. O início do trabalho consistirá na análise técnica de todas as obras, e depois definir o que deverá ser feito com cada uma delas. “Estamos confiantes de que muitas dessas obras possam ser retomadas ainda neste ano, já que o governador Helder Barbalho demonstrou total interesse em continuar com elas, pois ele acredita que a maior beneficiária desse trabalho será justamente a população do Pará”, enfatizou.

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Rio Tocantins - Blog de Notícias